Canoinhas-SC
47 3622 2083
seebcanoinhas@gmail.com

28 de agosto – Dia do Bancário

 

A data surgiu referente a greve mais longa já organizada pela categoria.

Foi no dia 28 de agosto de 1951 que, após uma assembleia, ficou definido que os profissionais entrariam em greve em virtude a uma proposta de salário insignificante do governo, apenas 20% de aumento. Os bancários pediam na época 40% e melhores condições de trabalho.

Naquela época, o Brasil vivia a Quarta República e momentos de grande tensão social, em virtude da crise econômica. O governo apontava no índice oficial um aumento no custo de vista de cerca de 15,4%. Porém, os bancários acreditavam que índice era maior, assim, refizeram os cálculos e o próprio governo reviu os índices, que por fim apontaram para 30,7%.

Com isso, os bancários decidiram cruzar os braços, pois para eles 20% de aumento era considerado uma “gorjeta”. No entanto, apesar de vários profissionais espalhados por todo o território nacional aderirem à greve, eles não aguentaram a pressão e aceitaram a proposta do governo.

Apenas em São Paulo que a classe bancária continuava resistindo às pressões, sobretudo do Departamento de Ordem Política e Social (DOPS) e até de outros sindicatos.

Após 69 dias em greve, em 5 de novembro, por decisão da Justiça, os trabalhadores conseguiram um reajuste de 31% no salário, garantindo uma grande vitória para os bancários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.